pagina Seja bem vindo ao nosso site O Santarritense Digital!

Culinária

Salada de bacalhau com grão de bico, bem portuguesa e fácil
Uma receita tradicional portuguesa muito saborosa, fácil e rápida.

Clássico (sem restrições), Sem Glúten, Sem Glúten e Sem Lactose, Sem Lactose.
Receita para 4 pessoas.

Preparo: 00:50
Intervalo: 00:00

Utensílios/Equipamentos/Medidores
xícara = 240ml, colher de sopa = 15ml, colher de chá = 10ml, colher de café = 5ml

Ingredientes:

- 600 g bacalhau cozido (ou sobras de bacalhau)
- 500 g grão-de-bico pré-cozido (ou grão-de-bico em conserva) d
- 2 xícara(s) (chá) de azeite extra virgem
- 2 unidade(s) tomates , sem sementes, cortado em cubinhos
- 2 unidade(s) cebolas , cortadas em rodelas ou meia-luas
- 2 unidade(s) pimentas dedo-de-moça , sem sementes
- 8 unidade(s) azeitonas pretas sem caroço , em rodelas (opcional) (ou azeitona verde sem caroço)
- 2 colher(es) (chá) de vinagre
- sal a gosto
- pimenta a gosto
- colorau a gosto

Ingredientes para decorar:
- 2 unidade(s) ovos , cozido(s) e picado(s)
- vinagre a gosto
- salsinha a gosto, picada
- pimenta rosa em grãos a gosto (opcional)

Ingredientes Para acompanhar (opcional):

- folhas verdes a gosto (opcional)
- azeite a gosto (opcional)
- sal a gosto (opcional)
- pimenta a gosto (opcional) 

Pré-Preparo:

1.  Separe todos os ingredientes e utensílios para a receita.
2.  Em uma peneira, escorra o grão-de-bico e lave em água fria para tirar os resíduos. Opção: tire a pele do grão de bico, a salada fica mais bonita.
3.  Lave, descasque a cebola e corte em rodelas ou meias-luas.
4.  Lave a pimenta dedo de moça, descarte as sementes e pique.
5.  Lave o tomate, corte em quatro, descarte as sementes, e corte os quartos em cubinhos.
6.  Descaroce as azeitonas (opcional), se comprou com caroço e corte em rodelas finas.
7.  Divida o bacalhau cozido em lascas grandes.
8.  Coloque o(s) ovo(s) em uma panela, cubra com água fria e adicione um pouco de vinagre. Leve ao fogo alto e quando ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 8 a 10 minutos. Escorra e coloque em água fria para parar o cozimento e esfriar.
9.  Lave, seque e pique a salsinha da finalização e reserve sobre um papel toalha.
10.  Se optou por servir a salada verde, lave as folhas e coloque em uma solução de hipoclorito de sódio.

Preparo (Cebolas):

1.  Em uma frigideira, aqueça o azeite e salteie as cebolas e a pimenta dedo de moça sem dourar.
2.  Tempere com o vinagre, sal, pimenta e colorau.
3.  Desligue o fogo e reserve.

Salada de Bacalhau e Grão-de-Bico:

1.  Coloque as lascas de bacalhau, o grão-de-bico, os cubinhos de tomate e as azeitonas em rodelas (opcional) em uma tigela.
2.  Adicione as cebolas e a pimenta refogadas, regue a salada com ⅔ da quantidade de azeite extra virgem e misture bem.
3.  Descasque o ovo e pique grosseiramente.

Salada de Verde (opcional):

1.  Escorra as folhas da solução de hipoclorito.
2.  Lave em bastante água corrente e seque com uma centrífuga de verduras ou com papel toalha.
3.  Coloque em uma saladeira e tempere com azeite, sal e pimenta.

 Finalização E Montagem:

1.  Arrume a salada de grão de bico em uma travessa, ou se preferir divida nos pratos.
2.  Distribua o ovo picado por cima.
3.  Decore com a salsinha picada e regue com o azeite restante.
4.  Finalize com a pimenta rosa (opcional).
5.  Sirva a salada verde (opcional) à parte.

Bom apetite!

Por:Bake and Cake Gourmet - Plataforma Gratuita de Receitas, Cardápios e Lista de Compras
Foto: Bake and Cake Gourmet

 
Você sabia que é possível temperar a comida sem os caldos industrializados?

Você pode compor os temperos da maneira que preferir, é mais saudável e saboroso!

O caldo industrializado, aqueles de cubinhos ou saquinhos pode até parecer gostoso, mas ele é repleto de sal, açúcar, gorduras e aditivos químicos que fazem muito mal à saúde, além de viciar o paladar das pessoas que os utilizam. Isso porque esses caldos são ultra processados e estão relacionados com inúmeras doenças, como a hipertensão, por exemplo. 

Quando falo sobre isso, algumas pessoas me perguntam como substituí-los para que a comida tenha sabor e continue gostosa, por isso, hoje não irei ensinar uma receita, mas darei dicas de como bem temperar as suas refeições com amor e carinho e continuar sendo elogiado (a) na cozinha. 

De cara, a minha dica é saber usar com dosagem e bom gosto a dupla: sal e pimenta-do-reino (a pimenta preta), de preferência moída na hora. Depois, os clássicos não podem faltar: a cebola e o alho. Tente refogar a cebola até ficar levemente translúcida e soltando o seu “suor”, já o alho, é importante ficar atento para não queimar, pois pode trazer o sabor amargo quando passa do ponto, o alho bem refogadinho e dourado já consegue perfumar toda a casa. 

Além deles, é claro, as ervas frescas são muito bem-vindas, como o manjericão, o alecrim, o tomilho, a salsinha, a cebolinha, o louro, o orégano, a hortelã e a sálvia. Outros aliados são os legumes aromáticos, como a cenoura, o alho-poró, o salsão, o gengibre e o limão siciliano, e também as especiarias: como o açafrão, o cominho, a cúrcuma, sementes de coentro, o cravo, a noz-moscada, a erva-doce, a mostarda e sementes e as pápricas defumada, doce e picante.  Sem contar os óleos e azeites e leites que possuem seus próprios sabores, como o leite de coco, o azeite de dendê e o óleo de gergelim. 

De modo geral, os legumes aromáticos, ervas e especiarias, além de temperar, deixam a comida ainda mais saudável, porque, junto com o sabor, entregam mais nutrientes para o nosso corpo.        

Legumes aromáticos: Alho e cebola são quase indispensáveis na cozinha brasileira, mas também dá para incluir no refogado salsão, alho-poró, pimentão ou gengibre picadinho? É uma ótima maneira de variar o sabor do arroz e do feijão de todo dia.

Ervas frescas: Saber quais ervas gostam ou não de calor é fundamental para aproveitar ao máximo o sabor de cada uma. Alecrim, louro, orégano, sálvia e tomilho, por exemplo, não são gostosas cruas e vão sem medo para a panela e para o forno. São as ervas que gostam do calor. Já as mais delicadas, como salsinha, coentro, cebolinha, manjericão e hortelã, devem ser convocadas no final do preparo e ficam deliciosas cruas. Uma dica: para que as ervas durem mais, lave logo depois da compra, seque bem , envolva num papel toalha úmido e guarde na geladeira, dentro de um saco plástico – pegue pelas pontas, gire e dê um nó, para que ele fique estufado. Colocá-las em um pote com água também ajuda a preservá-las por um período mais curto de tempo. 

Especiarias: As especiarias são um mundo à parte. Quando você pega gosto pela coisa, a cozinha fica lotada de potinhos coloridos, que mudam tudo com uma pitada. Elas são divididas em alguns grupos. E conhecer esses grupos ajuda a saber como usar cada uma delas. 

Inspirado no texto escrito por Rita Lobo para o site Panelinha.

Ragu de costelinha de porco na panela de pressão 
Receita simples com ar de sofisticada, quentinha e deliciosa para os dias frios e chuvosos

O inverno ainda não chegou, mas tem feito bastante frio nos últimos dias, acompanhado também da chuva e dos dias nublados. Então, para aquecer nossos corações e corpos nesta friaca, nada melhor que uma receita quentinha, fácil e deliciosa, simples, mas com ar de sofisticada, que pode ser acompanhada de um bom prato de polenta cremosa ou ainda de pãezinhos crocantes; até com uma boa massa ela vai bem, e, é claro, com uma ótima taça de vinho tinto: Ragu de costelinha de porco na panela de pressão!

Para essa receita você vai precisar (ingredientes):

1 kg de costela de porco em ripas (cerca de 10 unidades)
1 cebola picada em cubos pequenos
2 dentes de alho picadinho
1 cenoura cortada em cubos pequenos (brunoise)
1 lata de tomate pelado em cubos (com o líquido)
1 xícara (chá) de vinho tinto
1 ½ xícara (chá) de água
casca e caldo de 1 limão-siciliano
2 folhas de louro (opcional)
3 ramos de tomilho (opcional)
1 colher (chá) de páprica defumada (opcional)
½ colher rasa (chá) de pimenta calabresa seca ou pimenta do reino (opcional)
½ colher (sopa) de sal
azeite a gosto

Mãos à obra! (Modo de preparo)

 1- Retire a costelinha da geladeira e deixe em temperatura ambiente enquanto prepara os outros ingredientes.
2- Descasque e pique fino a cebola e os dentes de alho e a cenoura. Lave os ramos de tomilho e o limão siciliano. Com um descascador de legumes, retire a casca do limão com cuidado para não extrair a parte branca e reserve a fruta.
3- Leve a panela de pressão (sem a tampa) ao fogo médio. Quando aquecer, regue com ½ colher (sopa) de azeite e doure as costelinhas em etapas – se colocar todas de uma só vez vão cozinhar em vez de dourar. Deixe dourar por 2 minutos de cada lado. Transfira os pedaços dourados para uma tigela e repita com o restante, regando a panela com azeite a cada leva.
4- Mantenha a panela em fogo médio e regue com ½ colher (sopa) de azeite. Junte a cebola, tempere com uma pitada de sal e refogue até murchar bem, raspando o fundo da panela para dissolver os queimadinhos – eles são essenciais para dar sabor ao molho. Acrescente a cenoura picadinha e refogue até dourar. Junte o alho e mexa por 1 minuto para perfumar. Tempere com a páprica defumada, a pimenta calabresa seca ou a pimenta do reino. 
5- Acrescente o tomate pelado (com o líquido) e misture bem. Regue com o vinho, junte a água, as folhas de louro, o tomilho e a casca do limão. Aumente o fogo e deixe cozinhar até ferver.
6- Volte as costelinhas para a panela, tempere com o sal, tampe e deixe em fogo alto. Assim que pegar pressão, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 40 minutos.
7- Desligue o fogo e deixe toda a pressão sair antes de abrir a panela. Com uma pinça, retire os ossos da costelinha – a carne fica tão macia, soltando do osso, que é mais fácil pescar os ossos na panela. Junte o caldo de limão e mexa com a espátula para terminar de desfiar a carne e misturar ao molho. Sirva a seguir! 

Fica uma delícia, esta é realmente uma receita inesquecível, eu amo! Espero que sua família e amigos também amem tanto quanto eu esse ragu de costelinha de porco na panela de pressão, que foi inspirada em uma receita da cozinheira e apresentadora Rita Lobo. Até a próxima, queridas e queridos leitores! 

Inspirado em: www.panelinha.com.br






Nosso Whatsapp

 (19) 3582-6363

Visitas: 431567
Usuários Online: 14
Copyright (c) 2024 - O Santarritense Digital
Converse conosco pelo Whatsapp!